3 de nov de 2011

Minha história no Youtube - 2k


Hoje eu me perguntei por que comecei a fazer vídeos para o Youtube. Esse era uma pergunta que eu sempre soube a resposta, mas nesse momento, onde eu me vejo sem qualquer motivação para gravar vídeos, foi bom tentar responder a essa pergunta novamente.

Vou confessar que eu não gostava do Youtube. Sim, logo no início, quando me dei conta da existência do Youtube, eu achava ele meio inútil. Era apenas um lugar onde encontraria videozinhos bestas - não me entenda mal, eu adoro videos bestas. Mas não eram vídeos intencionalmente feitos para o site de vídeos, era coisas acontecidas ao acaso na vida das pessoas e que elas queriam compartilhar. Nada muito relevante.

Se você for olhar eu tenho minha conta desde de 2008, quando a criei exclusivamente para postar o vídeo de uma promoção da TAM que eu estava concorrendo. Como tinha que ficar acompanhando o andamento do vídeo eu passei a frequentar mais assiduamente o YT e a partir daí fui encontrado alguns canais que consideirei mais relevante.

Os primeiros canais que chamaram a minha atenção foram os canais de maquiagem. Eu semprei achei lindo alguém muito bem maquiada, mas nunca soube fazer em mim. De repente perceber que tinha gente alí disposta a me ensinar e ainda por cima de graça, me fez acender uma luz. Vicei (tanto nos vídeos quanto em maquiagem).

Foi uma época engraçada por que todo mundo aqui em casa percebia a coisa toda crescendo. Minha irmã pegava no meu pé dizendo que eu só queria saber de maquiagem e chegou até  ficar preocupada (mas minha irmã se preocupa com tudo então nem conta). Depois de algum tempo tive vontade de gravar vídeos também. Pensei em vídeos de maquiagem, que foi o que me chamou atenção, mas na época eu não achava que tinha conhecimento suficiente para ensinar nada a respeito. Até tentei depois, mas definitivamente não levo jeito pra isso, ainda faço eventualmente quando minhas amigas me pedem ou quando tenho vontade, mas não é exatamente o tipo de vídeo mais animador de se fazer na minha opinião.

Só 8 meses depois do meu primeiro vídeo (o da promoção) que cheguei a conclusão do que me instigava a querer gravar também: compartilhar conhecimento. Era essa a graça, ensinar alguém a fazer alguma coisa que você sabe fazer. Ajudar!

No início foi difícil, pois eu nunca me achei realmente super talentosa em algo bom. Novamente não me entendam mal, eu tenho talentos, mas sempre achei eles muito limitados e pensava que pra falar de algo eu tinha conhecer profundamente sobre o assunto. Cheguei a conclusão que a única coisa que eu sabia verdadeiramente fazer era falar besteiras.

Pensei, pensei e pensei e resolvi gravar qualquer coisa. Fiz diversas TAGS (sobre sapato, livros, DVDs etc), fiz alguns vídeos sobre coisas que eu sabia fazer como dobrar sacos, escolher frutas, fazer barquinho de papel (é sério!) e fiz até vlogs mesmo sem saber exatamente o era aquilo.

Só em 2010 acabei encontrando algo que fosse realmente a minha cara e que eu adorava: tecnologia, internet e afins. Foi aí que, mesmo sem ser uma conhecedora profunda, eu resolvi falar a repeito, afinal era um assunto que me agradava em demasia. Comecei um "quadro" chamado Lado Geek, onde eu ensinava como mexer no twitter, explicava o que era um HD virtual e tudo mais que eu conseguia pensar.

Minhas amigas da faculdade e até minha família me achavam (e talvez ainda me achem) maluca por sair colocando vídeos na internet, mas se hoje eu sei me maquiar eu agradeço às meninas da maquiagem, com elas eu aprendi algo que me agrada muito e me faz feliz, então nada mais justo que eu ajudar pessoas com coisas que eu sabia fazer. Queria fazer outras pessoas felizes!

Com o tempo fui entendedo mais essas história de vlogs e fui gostando, afinal eu sempre achei que falar besteiras é o que eu sabia fazer de melhor e com vlog eu poderia vomitar besteiras a vontade. Passei a conhecer novos canais do youtube e fui agregando novos moldes de vídeos que achava interessante até chegar no modelo que tenho hoje.

O que mais gosto do tipo de vídeo que faço é que (além de poder falar besteira) ele mexe com criatividade. Eu passei a analisar qualquer tipo de situação da minha vida que pudesse dar um video legal e transformá-lo em algo que, nas minhas parcas possibilidades, eu conseguisse fazer. Só em fazer os vídeos eu já me sentia extremamente feliz. Quando recebia simples comentários do tipo: "eu ri muito com seu vídeo", eu ganhava o meu dia.

Eu não estava compartilhando nenhuma informação relevante como tinha sido o meu objetivo quando comecei com toda essa história de YT, mas eu fazia as pessoas felizes, mesmo que por alguns segundos. Isso me fazia a pessoa mais feliz do universo. E ainda faz.

"Se ainda me faz feliz por que não me sinto mais motivada para gravar?" - Essa é a pergunta que eu me faço todos os dias e ainda não encontrei uma resposta. Hoje completei 2000 inscritos no meu canal e resolvi pensar a respeito e refazer essa trajetória em homenagem a vocês. Vocês que me fizeram e me fazem feliz. Muito feliz. Deixo aqui meu muito obrigada.

Ainda quero continuar a fazer vocês felizes também, quero entretê-los, só preciso descobrir como. Farei isso por mim e principalmente por vocês. Assim que eu terminar de ler lua nova! rs


Mil beijos,
Samy ;)

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...