23 de nov de 2013

Eles não querem o que você faz, mas o porquê você faz

Inspirada no vídeo que recomendei nessa postagem aqui eu comecei a pensar sobre o porquê das coisas na minha vida. Como uma das atividades videográficas mais constantes atualmente é o SoteroGeeks, resolvi me perguntar qual a motivação pra me juntar com a Gaby e criamos o blog.

Me fascina a possibilidade de mostrar um mundo novo às pessoas, de transmitir informação de forma divertida, de promover acesso amplo. Eu sempre achei que os eventos aqui em Salvador eram mal divulgados. Eu saia sorridente falando, "Vai ter evento tal, vc vai?" e as pessoas 90% das vezes não sabia que os eventos iriam acontecer. Tem tanta gente criativa e disposta, que tira um pouco do seu tempo e se empenha em algo, simplemsnte por que ama aquele determinado gênero (grupo de quadrinhos, de moda urbana japonesa, de star wars etc). Me sinto assim com o meu canal do Youtube, faço por que amo. E pra essas pessoas o mínimo que elas merecem é ter outras para conhecer e apreciar aquilo que elas produzem. O SoteroGeeks foi criado para ajudar a conectar o público através da divulgação dos trabalhos dos grupos.

As pessoas se identifica nos eventos, descobrem que não estão sozinhas e fazem amigos. Eu queria ajudar a conectar essas pessoas com gostos similares e abrir a visão de outras paras os diversos mundos que existem por aí. E começamos a fazer isso desbravando os eventos com um câmera de bolso rosa. E eu confesso que nunca tinha visto ninguém com uma câmera qualquer gravando eventos que sem que fosse para o seu deleite pessoal. Foco nos outros foi algo que sempre tivemos e por isso considero o SoteroGeeks pioneiro na cobertura de eventos Geeks e em mostrando ao mundo o que legal Salvador tinha para oferecer. 

É bem verdade que o mundo nerd tem crescido e com isso a divulgação e os blogs a respeito, que também tentam fazer essa ponte, tem se multiplicado. A organização e divulgação do eventos tem melhorado bastante. O cenário está mudando. Grupos com equipamento mais potentes, grupos mais ativos, todos eles estão aí. Eu acho ótimo. 

Mas a diferença é que nós nos importamos. Com os grupos, com o crescimento, com o público. Pensamos em cada aspecto por que estamos inseridos em todos eles e queremos mais que disseminar informações, queremos unir pessoas e fazê-las crescerem juntas de uma forma divertida.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...