3 de fev de 2014

O benefícios da minha bronquite



Eu odeio ficar doente. Acho que todo mundo deve odiar. Mas esse mês eu pude tirar algo de positivo de uma bronquite: descansar. Mesmo tendo sido um descanso forçado e não tão feliz (febre e dor), me fez perceber o quão cansada eu estava. 

Não sei se todo mundo sabe, mas eu tenho uma vida dupla: sou advogada de dia e vlogueira nas horas vagas. Só que manter um estilo de vida assim vinha me consumindo sem que eu percebesse. Eu passo a maior parte do meu dia no trabalho e quando saía dele me obrigava a pensar/escrever/gravar/editar ou ao menos pesquisar algo pro vlog/blog. Isso não era ruim, continuo fazendo isso. A questão é eu não tirava tempo pra descansar. Simplesmente não fazer nada e ficar deitada na cama olhando pro teto e pensando sobre estrelas. 

A doença me obrigou a fazer isso e tenho que confessar: era tudo que eu estava precisando. Voltei com tudo! Passei a ficar mais ativa nas redes sociais, a produzir mais posts e vídeos. Readquiri o que estava faltando: ânimo!

Antes por mais que me dedicasse eu não conseguia produzir nada de verdade. Por mais que eu tivesse ideias tinha preguiça de desenvolvê-las, tinha preguiça de gravar e de editar, enfim, de tudo. Só que não era preguiça, era cansaço de verdade. Minha mente vivia um turbilhão que o corpo não acompanhava (sinal de que estou ficando velha?).

Isso me lembra que não podemos descuidar da auto-análise. Entender os sinais que você mesmo emite de como está se sentido e ser capaz de proporcionar aquilo que a sua mente precisa é essencial. Eu queria ser uma pessoa mais zen, mas eu só sei ser agitada, mesmo estando calada estou a mil. Quem sabe um dia. Mas enquanto eu não sou, vamos dando pequenos períodos de descanso para tentar otimizar a vida. 

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...