18 de jul de 2014

Finais não são finais, são recomeços


Muitas pessoas não sabem lidar bem com finais. Talvez o medo do desconhecido ou o apego pelo passado provoquem essa reação. Temos apego pelo que foi tão bom e medo do que poderemos vir a ter. Muitas vezes relutamos em aceitar finais e vivemos dramas internos homéricos. Eu me incluo nessa.

Pensar racionalmente seria o melhor antídoto na minha opinião, mas a nossa mente dominada pelas emoções muitas vezes apaga essa lembrança sensata. Talvez se trabalharmos a nossa mente, podemos passar a olhar as coisas com outros olhos. Não mais com os olhos de finais, mas com os olhos de começo. A menos que você vá morrer, todo término é o início de algo novo. Acredito que é nele que devemos nos focar, as invés de gastar tanta energia com memórias.

Foque em certezas e não em dúvidas, como na certeza de que começaremos uma nova jornada e não na dúvida de como esta jornada poderá ser. Podemos começar do zero e escrever uma história incrível. Isso é uma grande certeza. Por isso foque em começos, estes podem ser moldados, e não em finais, que são uma mera miragem na sua mente.

Esse texto foi publicado originalmente no SamSamySam: Finais não são finais, são recomeços

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...