3 de ago de 2015

Não culpe os livros, Samy.


Eu sempre fui daquelas que precisava ler algo. Todo início de ano eu sempre fazia uma postagem no blog contando qual tinham sido as leituras do ano. Era uma média de 12 livros por ano. Mas eu tenho pra mim que esse que ano que vem não vai ter postagem com livros lidos.

Faz algum tempo que eu não leio absolutamente nada. Esse é um fato muito estranho porque eu sempre amei e sempre devorei muitos livros. Mas chegou um momento em que eu percebi que eu só estava lendo por dois motivos:

1. Porque eu queria encontrar respostas para os problemas da vida, universo e tudo mais - e diga se de passagem respostas fáceis para os meus problemas. A minha motivação de leitura era que talvez em algum livro existente na face da terra alguém ia trazer algo de útil para o meu problema. Eu esperava que alguém (algum autor) me dissesse o que fazer.

2. Porque eu queria fugir dos meus problemas. Eu acabava lendo livros de “histórinhas” não pelo prazer de ler, mas pelo prazer de fugir um pouco da realidade e viver outros mundos, onde talvez as coisas fossem mais divertidas. Não vejo isso como um problema de fato, livros realmente nos transportam da realidade. Mas quando esses outro mundo se tornam o objetivo da leitura, a coisa passa a perder o sentido. Livros são feitos para que você se divirta com a leitura. Outros mundos são só o meio.

Hoje eu me peguei me dizendo que precisava voltar a ler e faz algum tempo que eu quero fazer isso, mas tenho medo de não apreciar a leitura da forma como ela merece. Eu tenho medo de voltar a sentir as mesmas angústias que eu sentia quando eu estava lendo há pouco tempo (nem tão pouco). Só que na verdade isso não faz o mínimo sentido, porque as inquietações estão em mim e na minha vida e não nos livros. Eles sozinhos não fazem nenhum mal.

Como a cada dia que passa eu sou mais dona da minha mente e do meu corpo, eu sei que eu posso voltar a ler e, mais ainda, eu posso voltar a ler e ser muito feliz com isso. Livros não trazem soluções para os problemas. O máximo que você pode esperar é aprender uma nova ferramenta, mas a ferramenta por si só não irá fazer nada, ela tem que ser utilizada por você.

Então leia, Samy! Leia, monte o seu arsenal de ferramentas e domine o mundo.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...