15 de jan de 2016

Desestressando, a quinta pedalada


Eu escrevi um post sobre o meu notebook e como ele me deu trabalho. Pois é, ele continuou me dando dor de cabeça. Fiquei 2 dias direto tentando resolver o problema e consequentemente acabei não pedalando. Entrei no terceiro dia e quando foi entardecendo, e eu percebi que ainda estava longe de resolver o problema, pensei: "Chega, cansei disso!". Tirei o pijama, calcei o tênis, coloquei o capacete, peguei minha câmera de bolso, peguei a bike, ativei o Strava e zarpei.

Sim, eu disse peguei minha câmera. Dessa vez eu gravei. Não foram grandes imagens por diversos motivos: 1. usei uma câmera antiga (a segunda que tive na vida), pois não me importaria tanto se ela caísse, quebrasse ou fosse roubada; 2. Estava anoitecendo e a noite é o pior momento para gravar com uma câmera sem recursos, pois quase não tem luz; 3. A paisagem não favoreceu, dei até um oi para um sariguê que passou por mim no caminho; 4. Eu sou um ser que não consegue deixar o guidom reto por muito tempo, então ele fica indo da esquerda para direita freneticamente (me deixou enjoada). Não sei nem se vou usar essas imagens para alguma coisa, mas foi um bom teste.

Eu prendi a câmera na cestinha com uma abraçadeiras de nylon pra ver se funfava e cheguei a conclusão que sou uma gênia (e nada modesta rsrs). Apoiei a câmera rosa na parte de dentro da cesta, com lente na beirada dela e achei que foi um ótima ideia. Ela não fica tão exposta, dá pra ver um pouco da gravação enquanto pedalo e foi simples de fazer. Ela soltou apenas uma vez quando passei por um buraco que me fez pular do selim, então imagina a câmera né? Mas parei para beber um gole d'gua e fixei ela melhor. Durou perfeitamente o resto do caminho todo.

Foram 3,8km hoje feitos em 36 minutos e o que eu notei foi que as ladeiras que me deram uma canseira outro dia, hoje não pareceram tão terríveis. Subi até outras que evitei na terceira pedalada (leia sobre ela aqui). Suei bem menos nas ladeiras. Não sei se foi por que já estava escurecendo e não tinha o sol me castigando ou se é por que estou melhorando o condicionamento físico (ou os dois, por que não?).

Adicionei um amigo no Strava (o app de ciclismo que uso) e é bem legal ver o quanto ele anda, mas confesso que me senti um pouco noob. Eu no meu máximo de 8km e ele com o mínimo de 20km por pedalada. Temos que levar em consideração que ele roda a cidade resolvendo coisas com a bike, ela é o seu principal meio de locomoção, e eu dou umas voltinhas pra me divertir. E também ele já anda há bem mais tempo. Mas um dia eu chego lá, 20km serão fichinha.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...