29 de fev de 2016

Isto em traz alegria?

Comei a ler o livro da Marie Kondo. Já estava cansada de livros de organização, produtividade e etc, mas precisava ocupar a mente, então comecei. Logo de início achei que seria só mais um livro e que nem terminaria de lê-lo. Não sei se de fato vou terminar, mas parei para refletir numa questão: Isto me traz alegria?


Uma foto publicada por Samy Teixeira (@asamsamysam) em


A Marie fala que a melhor forma de escolher se deve descartar algo é se perguntar se aquilo te faz feliz. Fiquei pensando e cheguei à conclusão que isso deveria ser usado para TUDO na vida. Eu sei que nem tudo é possível abrir mão assim logo de cara e que a gente não só faz o que a gente gosta, mas essa pergunta tem um poder imenso. Responder se algo te traz alegria vai te mostrar onde estão os problemas que você deve tentar resolver na sua vida. Não precisa ser nada imediato, talvez a coisa nem seja resolvida no fim das contas, mas traz autoconhecimento que uma ferramente fundamental para TUDO na sua vida.

Ao ler essa pergunta a primeira coisa que fiz foi me perguntar se o meu namoro estava me trazendo alegria. A resposta foi: a cada 3 meses. Eu era muito feliz quando estava como meu ex, mas durante os 3 meses em que ele não estava eu não era feliz de fato. Eu sempre falei para ele que me sentia solteira quando ele ia embora. Qual o ponto de se ter um namorado então? Sei que muitas pessoas vivem um relacionamento a distância e conseguem ser felizes, mas não posso dizer que estava dando muito certo para nós. A gente não tinha qualquer perspectiva de ficarmos juntos (na mesma cidade) num futuro médio (não estamos falando nem de um futuro próximo aqui). As coisas não iam melhorar tão cedo, pelo contrário, as chaces dele ir para mais longe eram ainda maiores. Nenhum dos dois estava numa posição capaz de abrir mão de nada mais do que já tínhamos aberto.

Estou alegre agora? Não. Tá, não sei uma conclusão lógica para isso. Sorry!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...