11 de jan de 2017

Esse universo já não existe mais


Eu estava encucada esse final de semana. Talvez fosse só a TPM, mas talvez foi a vida me dizendo alguma coisa. Nunca saberei. Tomei um belo milkshake e continuei encucada. Saí perguntando questões do universo para os amigos e todos eles me diziam que o universo que eu procurava tinha escurecido.

Eu dizia que a minha procura agora era diferente do fora antes. Eu mudei. Passei por tanta coisa, conheci tanta gente. Meus sentimentos mudaram, a forma como reajo a eles mudou, o universo inteiro havia mudado. Muitos me perguntaram: Será? A verdade é que posso falar por mim e não pelo universo inteiro. Eu mudei, mas ainda sou a mesma em muito aspectos.

Racionalmente esta busca pelo universo é totalmente desnecessária. Tem muito "poréns" e "e se's" desnecessários. É meio que total desnecessária. Isso deve-se ser de fato coisa da TPM em conjunto com a minha mente criadora de situações perfeitas e nada reais.  Isso não mudou. Eu sou uma sonhadora, mas a minha mente pode ser um monstro se não for propriamente alimentada (Low fat, always!).

Mas, se tem uma coisa que não é mais a mesma, é a minha ânsia por quebrar a bolha entre a minha imaginação e a realidade. O que eu tenho a perder? É a pergunta que eu passei a me fazer. Eu vou sobreviver, (no matter what!) é a resposta que passei a dar. Bem na pegada vai lá e faz.

Mas continuo uma pensadora. Eu penso, repenso, penso 500 zilhões de vezes. Eu faço, mas com uma boa dose de pensamento antes. Às vezes eu perco o timing de tanto pensar. As vezes? Estou sendo modesta aqui. Mas eu estava falando do universo, não é mesmo? Então, um amigo meu me disse uma coisa que me fez aceitar a desnecessidade das coisas. Ele disse: Samy, senta aqui, vamos conversar. Não, esse foi o outro amigo. Foi meio que uma "intervention". Aí o outro amigo disse: Esse universo já não existe mais.

Bum. Mind exploded. Deve ter sido destruído pela estrela da morte.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...