12 de set de 2017

A arte de desenhar letras


2017 foi continuação do ano de investir em experiências. Entretanto, eu venho tentando focar em conhecimento. Aprender coisas novas que sempre quis aprender ou que nunca imaginei que fosse saber a respeito na vida.

Minha última empreitada foi um workshop de hand lettering. Quem me falou dele foi a +Gaby Pompom e quando eu vi eu pensei: P-R-E-C-I-S-O participar! Esse é o tipo de coisa que nunca achei que fosse encontrar em Salvador. Eu gosto da minha cidade, mas infelizmente acho que ela é meio atrasada. Tudo de mais legal que a gente vê por aí demora uma vida para vir pra cá. Por esse motivo, eu não pensei duas vezes e me inscrevi logo.

A primeira sensação com isso tudo foi empolgação em aprender algo que acho tão legal e a segunda foi "nossa como é caro". Sim, é um curso caro, principalmente quando estamos falando de um workshop de 2 dias (algumas horas). Mas a realidade que descobri depois é que material de lettering é caro pra caramba e o workshop proveu várias coisas (tintas, pincéis, canetas, ecobag, etc), até mesmo com materiais que a gente nem encontra nessa cidade desatualizada.

Quem ministrou foi a Vanessa Kinoshita, uma soteropolitana que se formou em design pela UNIFACS e, em São Paulo, trabalhou em diversas revistas utilizando tanto o Design como o hand lettering em seus trabalhos.


O que é hand lettering? 

"técnica simples de desenhar letras a mão e brincar com suas formas, sem seguir padrões." - Cmais
Mais que uma mera caligrafia bonita, hand lettering é arte. Não é apenas escrever frases, mas desenhar palavras recheadas de expressão e sentimento.

A Vanessa tentou abrir um pouco a nossa mente para a ideia de que o hand lettering não precisa ser retinho e perfeito, mas que as imperfeições é que deixam seu lettering único. Ela focou na ideia de que é preciso soltar o pulso para uma escrita fluída que vai além da caligrafia legível.


Confesso que minha maior dificuldade foi fazer uma composição com uma formatação mais desestruturada. Definitivamente isso é algo que preciso ver bastante referências e treinar. Fico na dúvida se o texto mais bagunçadinho seria uma questão de estilo de cada pessoa ou talvez de prática mesmo.


Desde que fiz o curso sempre paro uma noite na semana para treinar um pouco, por que, além de ser divertido, é algo relaxante que consegue tomar minha atenção de uma forma que nem sinto o tempo passar. Pego meus treinos e rascunhos, mesmo que longe de estarem como eu gostaria, e presenteio meus amigos e colegas de trabalho.

Já seguia vários instas de lettering antes e agora estou mais viciada do que nunca. Também passei a entrar em sites de fontes para ver referências que eu possa brincar na construção dos meus rascunhos. Esse workshop foi só o ponta pé inicial. Que venham mais cursos, mas aprendizados e mais arte!

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...